Movimento Indignação

12-06-2017

A LUTA CONTINUA (nota de pesar pelo falecimento do colega e companheiro Edmundo Gabarrus Pavani Filho)

  (à esquerda, de camisa azul, o camarada Edmundo em campanha conosco)   A LUTA CONTINUA. Hoje ela foi abalada com a perda do nosso colega e companheiro, Edmundo Gabarrus Pavani Filho. A notícia do seu falecimento nos pegou de surpresa e deixou o domingo, mais triste do que já costuma ser. Edmundo era uma daquelas pessoas que, na maioria das vezes, é capaz de transformar um ambiente de trabalho austero e pesado em alegre e cordial. Achava e fazia graça com tudo o que atingisse as relações interpessoais. Riso... [Lire la suite]
Posté par movim INDIGNACAO à 09:41:00 - Commentaires [0] - Permalien [#]
25-05-2017

Projeto de lei do Tribunal propõe colocar ESCREVENTES em CARGO EM EXTINÇÃO para ECONOMIZAR NA FOLHA DE PAGAMENTO!

Se o companheiro que nos lê é dos tantos oficiais escreventes que constituem a maioria absoluta do contingente de trabalho da justiça gaúcha e, apesar de toda a desfaçatez do patrão judiciário e da inércia injustificável do Sindjus-RS, tinha alguma esperança de um dia, nem que fosse depois de sua aposentadoria, ver recompensado de alguma forma o sacrifício cada vez maior e menos reconhecido, com a criação de uma carreira qualquer e a isonomia de seu salário básico com a entrância final ou com os cargos de escolaridade equivalente da... [Lire la suite]
Posté par movim INDIGNACAO à 11:25:00 - Commentaires [2] - Permalien [#]
11-05-2017

TRIBUNAL DIVULGA NOTA AFASTANDO A POSSIBILIDADE DE CONGELAMENTO SALARIAL. É 20% de reajuste já ou greve por tempo indeterminado!

Após a publicação de nossa última matéria, na noite de ontem, o Tribunal de Justiça divulgou a seguinte nota sobre o pacto firmado com Sartori: Nota do TJRS a respeito de notícias sobre reajuste salarial Na manhã desta quarta-feira (10/5), os Chefes dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, bem como do Ministério Público, do Tribunal de Contas e da Defensoria Pública, estiveram reunidos no Palácio Piratini para discussão da Lei de Diretrizes Orçamentárias do RS para 2018. Diversas questões foram debatidas, mas vale ressaltar... [Lire la suite]
Posté par movim INDIGNACAO à 14:19:00 - Commentaires [0] - Permalien [#]
10-05-2017

Judiciário e Legislativo acertam com Sartori o congelamento de salários até 2018. Perdas poderão chegar a 90% no início de 2019!

Enquanto o Sindjus dormia, o Judiciário e o Legislativo se reuniam com o carrasco Sartori e tratavam de pactuar o CONGELAMENTO DOS NOSSOS SALÁRIOS (já defasados em 66.08% neste mês de maio de 2017) até o final de 2018, restringindo a previsão da LDO para o próximo ano aos patamares vigentes em 2017 acrescidos dos 3% de crescimento vegetativo da folha do funcionalismo. Veja matéria abaixo do Correio do Povo de hoje: Governo do RS faz acordo com Legislativo e Judiciário e salários ficarão congelados em 2018 Decisão foi anunciada após... [Lire la suite]
Posté par movim INDIGNACAO à 18:23:00 - Commentaires [0] - Permalien [#]
23-12-2016

Pacotaço de Sartori: por que não aconteceu a greve geral do funcionalismo gaúcho e o que lhe resta fazer depois de sua aprovação

Diante do questionamento de combativos companheiros servidores do judiciário gaúcho sobre a razão que impediu o funcionalismo do Rio Grande do Sul de deflagar a greve geral contra o pacotaço privativista (com absurdos como a venda da Sulgás, da Cia. Riograndense de Mineração e da CEEE, extinção da Cientec, da Fundação Zoobotânica e da fundação Piratini, que mantém a TVE e a Fm Cultura) e anti-servidor do governador Sartori, votado na correria e sob forte repressão miltar às manifestações de protesto na praça da matriz, publicamos, a... [Lire la suite]
Posté par movim INDIGNACAO à 00:53:56 - Commentaires [0] - Permalien [#]
28-11-2016

URV: existem resíduos e podem ser ajuizados!

Ao contrário do afirmado nas correspondências enviadas pelo Sindjus aos colegas que encaminharam o ajuizamento dos resíduos da URV (muitos apresentando valor a ser devolvido pelo servidor ao Tribunal de Justiça, como no exemplo desta matéria), HÁ SIM RESÍDUOS A SEREM RECEBIDOS REFERENTE AOS RETROATIVOS DA URV, que ficaram para trás quando do pagamento administrativo (na longa década de 2004 a 2014) nos nossos contracheques. A assessoria jurídica do Movimento Indignação, após exaustivos estudos, verificou que a data de juros aplicável... [Lire la suite]
Posté par movim INDIGNACAO à 11:41:00 - Commentaires [0] - Permalien [#]
06-09-2016

Tribunal pagará as parcelas atrasadas restantes do reajuste de 8,13% NA FOLHA DE SETEMBRO!

Conforme mensagem interna, abaixo reproduzida, o Tribunal de Justiça pagará na próxima folha mensal o restante dos atrasados do retrotativo do reajuste de 8,13%. Deveremos receber, portanto, as parcelas referentes aos meses de janeiro, fevereiro e março (com o respectivo 1/3 de férias, para os que as tiraram nos meses de verão).  Para os oficiais escreventes de entrância intermediária, o valor representa, em termos de salário básico, R$ 309,13 ao mês, totalizando R$ 1.029,40 (309,13 x 3,33) em valores brutos. Confira abaixo a... [Lire la suite]
Posté par movim INDIGNACAO à 16:31:00 - Commentaires [0] - Permalien [#]
19-07-2016

Considerações sobre a nota do Tribunal acerca do pagamento do retroativo dos 8,13%%

Ao recomendar que trabalhemos com "denodo" para fazer jus ao fantástico reajuste recebido e à benemerência de receber o salário em dia, a administração do Tribunal de Justiça parece esquecer que o que mais fazemos, nós servidores, é nos esfalfarmos, há décadas, trabalhando cada um por uns quantos e em contínuo empobrecimento, enquanto os senhores magistrados contam com equipes enormes, em seus gabinetes, para emitir o menor despacho e consideráveis e injustificáveis "auxílios" para complementar suas nada desprezíveis remunerações. O... [Lire la suite]
Posté par movim INDIGNACAO à 00:39:00 - - Commentaires [0] - Permalien [#]
15-07-2016

Tribunal divulga pagamento do retroativo de forma parcelada e Sindjus reage de forma balbuciante!

Há mais de duas décadas amargamos perdas salariais inflacionárias que, presentemente, já ultrapassaram os 71%! No mesmo período, o quadro de pessoal se manteve com vagas improvidas de cerca de 2.000 servidores.  O resultado é uma situação financeira cada vez mais difícil, que beira à falência, e de um desgaste absurdo e sem perspectivas no exercício do trabalho, frente a uma demanda que só aumenta, sem que ocorram as nomeações necessárias. Buscando remediar um mínimo esta situação, os servidores foram à luta em 2015 e após 20... [Lire la suite]
Posté par movim INDIGNACAO à 14:59:00 - Commentaires [0] - Permalien [#]
09-05-2016

No ano CRÍTICO de 2015, Tribunal poderia ter concedido reajuste de até 35,86% sem ultrapassar limites da Responsabilidade Fiscal

Se o trabalhador da justiça que nos lê sentiu sua revolta subir a estratosféricas alturas ao tomar conhecimento, na última semana, dos gastos de mais de R$ 400 milhões de reais feitos pelo Tribunal de Justiça para pagar os penduricalhos injustificáveis (auxílios moradia e refeição) à magistratura desde o ano passado; Se já não há limites para sua frustração indignada com a obstrução da votação do mísero reajuste de 8,13% nos últimos 10 meses (mais do que uma gestação) decorridos desde a heróica e forte greve que forçou sua oferta... [Lire la suite]
Posté par movim INDIGNACAO à 00:24:00 - - Commentaires [1] - Permalien [#]